Polos do Carnaval de Olinda funcionarão até meia-noite

impulsionando mais segurança aos foliões

Assinalando o compromisso com a segurança da população durante o Carnaval, o prefeito de Olinda, Professor Lupércio, acatou a recomendação da Polícia Militar, garantindo que os 12 polos de folia espalhados pela cidade não ultrapassem o horário da meia-noite. A medida tem como foco a integridade dos foliões e vai atuar em conjunto com o ordenamento urbano das vias, regulação sonora e a atividade do comércio informal. A ação vai ocorrer durante todos os dias da festa, contando com o trabalho do efetivo, além de guardas municipais e agentes de fiscalização e de trânsito do município.

Além do público em geral, entre jovens e adultos, a estratégia também preza pela qualidade das apresentações artísticas programadas para os dias de folia. Cada palco contará com controle de entrada e saída, evitando assim o acesso de pessoas não autorizadas. De acordo com o secretário de Segurança Urbana, Cel. Pereira Neto, os brincantes receberão orientações. “Ao chegar no horário final, também será encerrado o serviço de som e a comercialização de bebidas. Nossos profissionais vão conversar com as pessoas, explicando que é o momento de evacuar o local para sua própria segurança”, esclareceu.

Segundo o secretário de Patrimônio e Cultura, Gilberto Sobral, todas as atividades nos polos já estão articuladas. “A limitação de horário não representa nenhum prejuízo para as apresentações, mas vai garantir mais tranquilidade para todos que querem desfrutar da festa”, disse. Ainda conforme o comandante da Companhia Independente de Apoio ao Turista (Ciatur), major Geovani Nascimento, o trabalho seguirá em alinhamento com o aumento no efetivo empregado. “Com mais companheiros nas ruas, será feito todo um esforço operacional para garantir a paz”, assegurou.

Confira os polos de folia no Carnaval de Olinda

– Luiz Adolpho, no Fortim (diversidade musical e convidados)

– Erasto Vasconcelos, na Praça do Jacaré (cena Pernambucana)

– Palco Luiz de França, no Varadouro (maracatu e caboclinhos)

– Luiz Gonzaga, no Largo Guadalupe (capoeira, cinema, coco, afoxé e samba)

– Selma do Coco, no Carmo (coco e ciranda)

– Bajado, em Rio Doce (cultura popular)

– Polo Maestro Duda, na 12 de Março (bailes de frevo)

– Auristela Freire, em Salgadinho (cultura popular)

– LGBT, na Rua 13 de Maio

– Saudando o Homem da Meia-Noite, no Bonsucesso

– Ulisses Dornelas, na Praça da Preguiça (infantil)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *